Facebook Libra - Como enviar dinheiro globalmente de forma barata

O que é Libra, sua causa e solução para os problemas financeiros do Mundo

O Facebook recentemente revelou mais detalhes sobre seu futuro projeto chamado Libra, que visa conectar pessoas do mundo todo e habilitá-las financeiramente, independentemente das instalações de seus países ou estruturas bancárias. A Fundação Libra, que não consiste apenas do Facebook, mas também de outras companhias e indivíduos notáveis, como Visa, Uber e Andreessen Horowitz, notou que muito embora milhões de pessoas tiveram acesso a telefones celulares e à Internet, elas ainda não têm acesso a serviços bancários e financeiros justos. Em países pobres e menos desenvolvidos, custa uma parte significante do seu salário só para enviar o dinheiro, enquanto algumas pessoas sequer são elegíveis para abrir contas bancárias ou pegar empréstimos.

Em outros casos, os serviços simplesmente poderiam ser muito mais baratos do que são agora. Por que você gastaria $25 por uma transferência bancária internacional?

Criptomoedas, tecnologia blockchain e serviço bancário independente

Para entender como a Libra funciona e como ela será capaz de ajudar pessoas a enviar dinheiro globalmente a custos baixos, é preciso aprender sobre a tecnologia blockchain, que está sendo usada para criar criptomoedas. Você pode estar familiarizado com esse termo por causa da recente popularidade do Bitcoin, que é na verdade a primeira criptomoeda e projeto a utilizar esse tipo de tecnologia. Colocando de lado as potenciais controvérsias conectadas a esse tipo de moeda relacionadas a investimentos e flutuações do mercado, a tecnologia em si por trás dela e os potenciais casos de uso são bastante brilhantes. Pela fração do que você pagaria no seu banco, você pode enviar dinheiro quase instantaneamente para qualquer pessoa no mundo. Além disso, você não é dependente de qualquer horário de funcionamento, limitações ou regulações do banco, já que na verdade você é o seu próprio banco. Não tem mais ninguém controlado os seus fundos, além de você mesmo. E cada participante desse ecossistema pode contribuir para a manutenção da rede.

A sua conta, assim como cada transação, é altamente criptografada e na verdade é impossível hackear o sistema. Além disso, toda informação está disponível de forma transparente para qualquer um verificar e validar, assim você pode provar facilmente que a transação foi feita ou que a outra pessoa tem fundos o suficiente para pagar pelo seu serviço.

Vamos dar uma olhada na criptomoeda que atualmente é a segunda mais popular (com base no volume geral do mercado), chamada Ethereum. Enviar ETH de uma carteira para outra custa em média $0,1. Esses 10 centavos habilitam você a enviar qualquer quantia de dinheiro para qualquer lugar do mundo, com o pagamento chegando em literalmente 30 segundos.

Os atuais obstáculos impedindo que as pessoas migrem totalmente para essas moedas digitais são as indubitavelmente imprevisíveis e desastrosas flutuações de preços, que podem levar o preço das moedas 50% para cima e para baixo em questão de dias, mas também a falta de regulamentações e aceitação do governo, o que facilitaria para que mais companhias e donos de lojas aceitassem pagamentos com elas. E qual é o sentido em ter uma moeda que você não pode gastar ou tem medo de gastar ou armazenar por causa de seu preço volátil?

Moedas estáveis dólares digitais

A volatilidade e a incerteza são o problema das criptomoedas, o que a Libra visa solucionar com sua própria moeda blockchain. Já existem múltiplas ditas “moedas estáveis” no mercado que operam usando a tecnologia blockchain, se beneficiando de suas possibilidades de transações instantâneas e baratas, no entanto, elas não são tão especuladas no mercado, logo, seu preço não cai ou sobe todos os dias.

Diferentes projetos tomam diferentes abordagens para assegurar essa estabilidade. Os valores de algumas moedas são atrelados a ativos reais ou outras moedas, como o dólar. Dessa forma, já existem alguns punhados de “dólares digitais” como o Tether ou o USDC, que trocam em 1:1 com a moeda USD. Existem vantagens e desvantagens em cada moeda e em suas maneiras de alcançar essa estabilidade.

A Libra será sustentada por um grupo bem escolhido de ativos reais, explicados na documentação como: “cesto de depósitos bancários e seguros governamentais de curto prazo”. Eles serão comprados por cada moeda digital Libra criada, o que significa que não haverá nenhuma Libra online sem os ativos reais de posse da fundação. Você pode ler ainda: “A reserva será investida em ativos de baixo risco que irão gerar juros com o tempo. A receita desses juros irá primeiro para dar suporte à operação das despesas da associação”.

Adaptação mundial do blockchain, recursos da Libra e como as pessoas irão se beneficiar da descentralização

Muitas pessoas especulam que a Libra pode ser revolucionária no mercado das criptomoedas e no mercado financeiro, não por causa da tecnologia, pois nós já vimos projetos similares, mas por causa do forte suporte comercial e de marketing conectado às companhias gigantes por trás dela. O Facebook tem atualmente em média 1,59 bilhão de usuários diários ativos. Se a Libra for conectada à sua plataforma de redes sociais, esse bilhão de pessoas terá acesso imediato a esse dinheiro digital. O seu amigo pode não ter uma carteira de Bitcoin baixada em seu smartphone, mas ele muito provavelmente já tem um app do Facebook lá.

Como muitas das companhias parceiras provavelmente começarão a aceitar pagamentos em Libra desde o começo, será muito fácil gastar as suas primeiras moedas e usar a Libra para comprar itens no eBay ou pagar pela sua assinatura no Spotify.

O blockchain da Libra em si, será bastante avançado, já que ele está sendo projetado para lidar com 1.000 transações por segundo (o Bitcoin processa 7, o Ethereum 15 transações por segundo). A principal preocupação para as pessoas acostumadas aos serviços bancários descentralizados e independentes das criptomoedas é o fato de que, no começo, a Libra será governada pela fundação. Então as pessoas precisarão confiar seu dinheiro a ela, ao passo que nos casos do Bitcoin de outras moedas, você tem certeza de que ninguém mais tem acesso ao seu dinheiro ou pode cancelar qualquer transação e nem fazer qualquer mudança no sistema, não importa o que aconteça.

Entretanto, a Libra planeja se tornar totalmente descentralizada nos últimos estágios do projeto. Nesse caso, parece ser um plano sensato configurar a rede primeiro e governá-la até que ela amadureça o bastante para que seja capaz de ser autossustentável e totalmente nas mãos dos usuários e não de algumas organizações globais. Atualmente, nós podemos ver uma tendência e uma mudança na cabeça das pessoas, já que muitas tentam se distanciar das companhias e governos que querem controlá-las. Afinal, ninguém pode impedir o governo ou o banco de decidir cancelar a sua transação, congelar a sua conta ou não permitir que você saque o seu dinheiro. As criptomoedas e o blockchain visam a descentralização dos sistemas e querem eliminar a necessidade da confiança, já que você se torna o seu próprio banco.

A fundação está ciente dos recursos que as pessoas esperam de um serviço monetário digital baseado em blockchain. Mark Zuckerberg, o CEO do Facebook explica que: “Ele é descentralizado — o que significa que ele é gerido por muitas organizações diferentes em vez de apenas uma, tornando o sistema mais justo de modo geral. Ele está disponível para qualquer um com uma conexão com a Internet e tem taxas e custos baixos. E ele é protegido por uma criptografia que ajuda a manter o seu dinheiro seguro. Essa é uma parte importante da nossa visão de uma plataforma social que foca em privacidade — onde você pode interagir de todas as maneiras que você poderia querer de forma particular, de mensagens a pagamentos seguros”.

Como enviar dinheiro de forma barata para qualquer um com a Libra

Nós ainda estamos esperando pelo lançamento oficial da plataforma, no entanto, nós já sabemos como a tecnologia blockchain funciona e que ela habilita os usuários a enviar dinheiro quase instantaneamente para qualquer lugar do mundo por não mais do que alguns centavos. A ideia é fazer com que enviar dinheiro para um amigo ou pagar por um produto ou serviço seja tão fácil quanto enviar uma Mensagem de Facebook.

Você não vai precisar visitar nenhum banco, explicar as razões pelas quais você está enviando o dinheiro para alguém ou preencher documentações tediosas. O aplicativo irá permitir que você faça isso com apenas alguns cliques. Além disso, você não precisa se preocupar com toda a tecnologia blockchain complicada ou com a responsabilidade de ser o “seu próprio banco”, já que tudo acontece em segundo plano e não requer muito conhecimento técnico. O fato de o Facebook ser a principal companhia por trás do projeto também permite integrar facilmente a Libra à sua plataforma social, o que irá permitir que você envie dinheiro instantaneamente para todos os seus amigos.

Também já existe a primeira carteira desenvolvida, chamada Calibra, que será integrada ao Messenger do Facebook e ao WhatsApp. No futuro, poderá haver aplicativos diferentes desenvolvidos para usar a moeda Libra mais facilmente.

É importante entender que a Libra em si, será uma nova moeda, assim como o dólar e o euro. Isso significa que ela poderá ser usada para comprar itens e serviços em lojas que decidam aceitar a moeda, mas você também poderá trocá-la por qualquer outra moeda, assim como você faz quando precisa de dinheiro estrangeiro quando sai numa viagem de férias ou está comprando de lojas de outros países. Como a Libra visa ser uma moeda estável diferente de outras criptomoedas voláteis, você não precisa se preocupar com os movimentos do mercado, então você também pode decidir simplesmente mantê-la e armazená-la.

Você pode precisar passar por um processo de verificação de identidade ou procedimentos KYC (Conheça seu Cliente, na sigla em inglês) para começar a enviar o dinheiro. Você precisará tirar uma foto da sua identidade e de você a segurando, para que eles possam ter certeza de que é mesmo você, para prevenir quaisquer tentativas de lavagem de dinheiro ou outros crimes financeiros, já que a companhia é obrigada a conduzir devida diligência com os clientes e relatar atividades suspeitas para autoridades governamentais.

Ela é legítima, qual é o truque?

Para alguém que não esteja familiarizado com a tecnologia blockchain ou com as criptomoedas, a ideia pode soar boa demais para ser verdade. E embora indubitavelmente haverá inúmeros obstáculos para alcançar esse “dinheiro digital fácil de usar” com transações internacionais que custam quase nada, a tecnologia para proporcionar todas essas promessas já existe.

Já existem exemplos em operação e múltiplas plataformas e moedas que permitem que você envie dinheiro em alguns segundos e por uns poucos centavos. O Facebook, sendo uma companhia multinacional bem conhecida, precisará encarar milhões de clientes que irão querer experimentar essa moeda. Mas com enormes investimentos e as potenciais capacidades de publicidade do projeto, pode-se imaginar facilmente uma adoção mundial dessa moeda.

Os especialistas certamente irão debater sobre qual poderá ser seu impacto no futuro dos serviços bancários ou da economia, como porque você iria querer ter uma conta bancária ou dar o seu dinheiro a alguém se você pode armazená-lo seguramente pessoalmente.

Se você quiser experimentar uma moeda digital estável, já existem muitas moedas com as quais a Libra precisa competir. A Tether (USDT) por exemplo, já tem um volume diário de transações de mais de $16.000.000.000. Também há plataformas de empréstimo descentralizadas, como a Maker e sua moeda DAI, que não requer checagem de histórico para usar. Então a tecnologia está lá fora e tem sido utilizada em vários projetos nos últimos anos. Simplesmente ainda não houve uma companhia tão grande quanto o Facebook que mostrou para as pessoas comuns que ela existe. A mídia mainstream foca demais no perigo do Bitcoin e das criptomoedas como um investimento vulnerável e arriscado, mas não cobre as vantagens e os benefícios que vêm com o dinheiro descentralizado, onde não há banco ou instituição financeira decidindo quantas taxas você precisa pagar por uma simples transação.

Download Premium WordPress Themes Free
Download Best WordPress Themes Free Download
Download WordPress Themes Free
Download WordPress Themes Free
udemy paid course free download
download mobile firmware
Premium WordPress Themes Download
ZG93bmxvYWQgbHluZGEgY291cnNlIGZyZWU=
Etiquetas:

Add Comment

O seu endereço de email não será publicado.