Mudando-se para a Suécia - obtendo o visto, custos de vida

A Suécia fica situada no Norte da Europa e ela é o maior dos países escandinavos e, atualmente, o terceiro maior país da União Europeia. ‘O país dos vikings’ é famoso por seus belos fiordes e um grande uso de energias renováveis. Ele também deve ser associado a marcas como Volvo, IKEA ou Sony Ericsson Mobile.

Então se você estiver considerando se mudar para lá, estes são todos os detalhes importantes que você deve conhecer.

Nome Oficial: o Reino da Suécia

Forma De Governo: Monarquia constitucional parlamentarista unitária

Capital: Estocolmo

População: 10.333.456

Idioma Oficial: Sueco

Moeda: Coroa Sueca

Área: 450.295 Quilômetros Quadrados (173.860 Milhas Quadradas)

5 razões para se mudar para a Suécia

Tudo uma questão de meio ambiente

A Suécia é considerada um dos ‘Países Mais Sustentáveis do Mundo’. E isso não é nenhuma surpresa, considerando que a Suécia foi a líder nesse campo desde o início. A primeira conferência das Nações Unidas com relação ao meio ambiente foi realizada em Estocolmo em 1972.

Grande parte da energia aqui é tirada do biogás, o que é possível graças à segregação consciente de resíduos no país. A Suécia também usa formas alternativas de geração de energia como estações de energia eólica.

Além disso, o governo sueco enfatiza a importância da questão do dióxido de carbono. A Suécia visa reduzir a emissão de gases do efeito estufa em 70% antes de 2030. Vale destacar que emitir CO2 agora é tributado lá. O país aspira ter veículos totalmente independentes de combustíveis fósseis.

A poluição do ar na Suécia é de aproximadamente 10,2 microgramas por metro cúbico, o que é só a metade do valor médio.

Altos padrões

Você pode já ter ouvido falar dos altos impostos de lá, mas não é tão ruim quanto parece. Os impostos estão em toda a parte e ninguém gosta de pagá-los, mas lá, pelo menos isso não é dinheiro perdido. A assistência médica e a educação na Suécia estão em níveis incrivelmente altos e além do mais, a educação em si, é gratuita (para o membro da UE). E esses são apenas exemplos. Além disso, não se preocupe, se você ganhar menos de 18.800 kr, você não tem que pagar impostos.

Nação moderna e consciente politicamente

Você sabia que o comparecimento na última eleição parlamentar na Suécia foi de 87,18%? Então você pode ter a certeza de que as autoridades neste país trabalham para os cidadãos.

A autossuficiência energética, mencionada acima, também não seria possível se não fosse pela consciência dos cidadãos em cuidar de sua água limpa e de seu ar despoluído.

Os homens que não amavam as mulheres? Millenium certamente é um livro incrível, mas está um pouco longe da verdade. A licença maternidade lá é a mais longa do mundo e na verdade é uma licença maternidade-paternidade, porque ela pode ser dividida entre ambos os pais. Ela também é quase 80% paga. Além disso, o governo controla a igualdade de gênero e o pagamento igual lá é lei, não um sonho.

Vikings, trolls e mitologia nórdica

Hoje em dia, é claro, você não vai encontrar um Viking, mas entre os séculos 8 e 11, eles eram reais. E os trolls e os elfos. Bem, esses são menos reais. No entanto, eles são parte das crenças nórdicas. Se você estiver planejando se mudar para a Suécia, você deve pelo menos ter um conhecimento básico sobre a mitologia nórdica, porque ela é uma parte importante da cultura deles. Além disso, ela é bem interessante. 

Belo cenário

Resumindo, você não vai encontrar um troll, mas indo mais ao norte, você pode encontrar uma rena! E por volta dessa latitude, você pode até ter a sorte de experienciar a aurora boreal. 

Enquanto isso, numa parte diferente do país, é possível admirar os fiordes suecos, lagos e florestas. Com esse tipo de paisagem ao redor, não é surpresa que o povo sueco seja considerado um dos mais tranquilos e uma das nações menos estressadas.

Como obter um visto para a Suécia?

Cidadãos Schengen

Se você for um cidadão de um país da União Europeia, mudar-se para a Suécia é tranquilo. Nesse caso, você terá o direito de ficar no país por 3 meses sem fazer qualquer coisa. Depois desse tempo, você provavelmente terá que registrar a sua estadia em uma Prefeitura apresentando a sua identidade ou passaporte e um desses três documentos:

  1. contrato de trabalho
  2. autossuficiência financeira e seguro de saúde (se for aposentado)
  3. prova de que você estuda na Suécia

Se você vier de fora da Europa, claro que há alguns tipos diferentes de visto, mas a maioria dos documentos necessários é igual. Então veja o que você irá precisar.

Documentos gerais necessários:

  • O formulário de Solicitação de Visto Sueco - impresso e preenchido (você também pode preenchê-lo no seu computador e depois imprimi-lo)
  • 2 fotos de passaporte
  • seu passaporte com pelo menos duas páginas em branco e com validade de no mínimo 3 meses antes da data de retorno (+ visto anterior, se você tiver um)
  • uma cópia da reserva do bilhete de retorno (melhor não comprá-lo antes de obter o visto)
  • cronograma de viagem e uma carta de apresentação mostrando o propósito da sua viagem
  • confirmação de seguro de saúde e viagem (sua cobertura deve ser de pelo menos 30.000 euros dentro da Suécia) 
  • comprovante de estado civil - certidão de casamento, certidão de nascimento dos filhos, certidão de óbito do cônjuge, se for aplicável
  • comprovante de fundos - no momento da solicitação de um visto para a Suécia, é preciso apresentar um comprovante de que você é capaz de gastar pelo menos 450 kr por dia (€48,26) durante toda a duração da estadia pretendida
  • comprovante de uma reserva de hotel ou outra acomodação

Dependendo do propósito principal da viagem, além dos documentos básicos, você terá que apresentar, por exemplo: seu extrato bancário recente ou comprovante de pensão dos últimos 6 meses, contrato de trabalho ou comprovante de matrícula.

Ao considerar se mudar para a Suécia, você provavelmente deve solicitar um visto tipo C ou D. O visto tipo C permite que você visite o país múltiplas vezes e ele é válido por um, três ou cinco anos, ao passo que o visto tipo D é para aqueles que querem trabalhar, estudar ou residir permanentemente na Suécia.

Custos de vida básicos

Os custos de vida na Suécia são relativamente altos, mas por outro lado, os salários também são altos, então a coisa normalmente se nivela. Você vai precisar de cerca de kr 1.167 por dia, sendo que o salário médio é de 26.000 kr por mês.

apartamento com um quarto no centro da cidade, (mensal)  8.748,80 kr
refeição em um restaurante regular 100 kr
vestido numa rede de lojas 362,93 kr
leite, 1L 11,59 kr
passagem mensal para o transporte público 800 kr

Etiquetas:

Add Comment

O seu endereço de email não será publicado.